Comunicação independente com o serviço de nuvem da Murrelektronik

Novas portas em direção a Indústria 4.0 foram abertas com o próprio serviço de comunicação de dados da Murrelektronik. Wolfgang Wiedemann, Head of Application and Sales Consulting, foi entrevistado pela revista alemã elektrotechnik AUTOMATISIERUNG sobre o que essa tecnologia pode fazer e como serão os próximos passos.

Com o serviço de nuvem, os dados de controle e de componentes de IO através de máquinas e equipamentos podem ser transmitidos diretamente. O Nexogate, componente do painel de controle, será interface para a nuvem. Isso possibilita o acesso entre
equipamentos, independente da localização.

A transmissão é feita através de um caminho de comunicação criptografado, através de GSM ou por outra conexão.

Os dados importantes ficam disponíveis em um Dashboard, uma interface, dependendo das necessidades específicas. Dessa maneira, informações importantes sobre a máquina e o suporte, ficam à vista.

Esses dados ajudam o processo de análise, otimização das máquinas e também para realizar a manutenção preditiva.

Revista: O Diagnostic-Gateway (DIGA) da Murrelektronik oferece a possibilidade de leitura de dados de forma fácil. Atualmente, foi dado um passo a frente com o serviço de nuvem. Como você descreveria esse serviço?

Wolfgang Wiedemann: O serviço de nuvem da Murrelektronik é feito através de rede móvel. Portanto, é independente da infraestrutura de TI feita no local. Por conta do cartão SIM gerenciado pela Murrelektronik, o cliente não precisa fechar um contrato. É possível comprar uma quantidade de dados e também ir adquirindo novos pacotes conforme a necessidade. Os custos móveis possuem um padrão global para facilitar o controle de valores. Esse processo garante que o usuário tenha apenas o que necessita.

Com a ajuda de um sistema de notificação, os avisos de manutenção ou mensagens de erro podem ser recebidos por SMS. Além disso, no Dashboard existe uma configuração para personalizar os dados que o cliente deseja visualizar.

Assim, o serviço de nuvem é adequado para otimizar atribuições e tempos de serviço, bem como para melhor monitoramento e estruturação da produção.

Revista: O IoT Edge Gateway Nexogate atua como a interface, que é baseada no Dataeagle 7050 da Schildknecht IoT Edge Gateway. Como essa cooperação surgiu?

Wolfgang Wiedemann: A Schildknecht é a fabricante e fornecedora de sistemas para dados na indústria. Os objetivos principais dessa empresa são as transmissões seguras e estáveis. Como já realizamos projetos com eles no passado, estabelecemos a confiança para continuar trabalhando juntos também para esse caso.  Além das competências técnicas, eles são nossos parceiros locais.

Revista: Além da Shildknecht, a Murrelektronik possui outros parceiros para a Indústria 4.0?

Wolfgang Wiedemann: Atualmente, trabalhamos com a Shildknecht e com a empresa HPC simultaneamente. HPC é uma consultoria SAP com sede em Mannheim. Nós projetamos soluções empresariais para o segmento de logística e Supply Chain.

Revista: Em quais meios o uso do serviço de nuvem da Murrelektronik está em uso? Quais dados e percepções de análises preditivas os usuários já podem transmitir nesse processo?

Wolfgang Wiedemann: Como muitos de nossos produtos, o Nexogate está em nosso centro logístico. Temos alguns clientes pilotos, que já conhecem as funcionalidades das portas de entrada (gateways) e do Dashboard personalizado de acordo com suas especificações.

Revista: De que forma a Murrelektronik lida com os aspectos de Software? É uma área em que terá investimentos para ser expandida?

Wolfgang Wiedemann: Está planejado a médio e longo prazo, a expansão e aprimoramento dos softwares atuais. O objetivo é trazer todos os envolvidos para o mesmo nível de conhecimento, para que possamos fornecer um bom suporte e consultoria através do projeto interno e gerenciamento de produtos, bem como o suporte antes, depois e durante o uso ou comissionamento de um produto.

Revista: Como serão os próximos passos?

Wolfgang Wiedemann: Em primeiro lugar, queremos que o Nexogate e o serviço de nuvem conectem a possibilidade de aproximação com os nossos clientes. O modelo aumenta as possibilidades de serviço para outros níveis e amplia o monitoramento de diferentes áreas. Atualmente estamos envolvidos em planejar novos Fieldbus e variantes de comunicação em interfaces e em expandir as funções presentes.

Fonte: Entrevista traduzida da revista alemã elektrotechnik AUTOMATISIERUNG.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.