DIGA: Diagnóstico rápido, fácil e na palma da mão

De lá para cá

Nas décadas de oitenta e noventa, a indústria sofria especialmente com a falta de informações sobre falhas nas máquinas, paradas inesperadas e até mesmo curto-circuito, que acarretava em prejuízos expressivos. Não existia, ainda, o que hoje conhecemos como diagnóstico.

A boa notícia é que esse tempo passou. Porém, alguns desafios ainda rodeiam o setor.

Desafios tecnológicos das informações

Com o avanço tecnológico na sociedade, as informações tornaram-se extremamente importantes e precisam ser tratadas de forma prática, por exemplo, como conseguir informações sobre paradas de máquinas ou até mesmo informações que revele onde surgirá o problema, para que seja corrido antes de uma parada?

É consenso entre os especialistas que um dos pilares da indústria 4.0 são as trocas de informações rápidas e de fácil acesso; através de dados, é possível desenvolver diagnósticos para o chão de fábrica e melhorar diversos pontos da competitividade. Certo, isso boa parte das pessoas que trabalham com automação industrial já sabem, o que queremos saber é: como alcançar isso?

DIGA, a solução

Todos esses problemas que apresentamos serviram como base para aprimoramos nossos produtos e soluções, pensando sempre em um desempenho mais produtivo e competitivo para os nossos clientes.  Percebemos, ao longo do tempo, que a falta de diagnósticos é um problema recorrente na indústria.

Sem diagnósticos, ficamos reféns de manutenções corretivas que são mais caras e duram mais tempo.

O DIGA é um produto implementado direto na máquina, que permite diagnósticos rápido, fácil e na palma da sua mão. Ele mostra, em casos de falhas, onde aconteceu, como aconteceu e o mais importante, por que aconteceu.          Todas essas informações obtidas pelo DIGA, podem ser acessadas através de um serviço em nuvem, que pode informa dados por SMS para celular, tablete ou computador de qualquer lugar.

Listamos alguns dos benefícios que te ajuda a entender a importância deste produto

1-Ele é um supervisório pronto. Sem necessidade de desenvolvimento nenhum.

2- O DIGA pega as informações dos IOS e envia diretamente para o seu celular, tablet, computador, IHM etc.

3-Ele manda informações de diagnóstico informando a hora da falha, onde a falha aconteceu e qual é o sensor ou atuador que está em falha.

4-É um servidor OPC-UA que o cliente pode utilizar para tratar os dados da forma que ele quiser

5-Consegue acompanhar falhas em tempo real e consegue acompanhar acionamento de sensores e atuadores em tempo reais

Serviço de nuvem

Com o serviço de nuvem, os dados de controle e de componentes de IO através de máquinas e equipamentos podem ser transmitidos diretamente. O Nexogate, componente do painel de controle, será interface para a nuvem. Isso possibilita o acesso entre equipamentos, independente da localização.

A transmissão é feita através de um caminho de comunicação criptografado, através de GSM ou por outra conexão. Os dados importantes ficam disponíveis em um Dashboard, uma interface, dependendo das necessidades específicas. Dessa maneira, informações importantes sobre a máquina e o suporte, ficam à vista.

Esses dados ajudam o processo de análise, diagnóstico, otimização das máquinas e também para realizar a manutenção preditiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *