Lembranças

Indústria 4.0 – Será que estamos no mesmo planeta? Saiba mais aqui!

Quando eu fiz a primeira palestra sobre Indústria 4.0, há 1,5 anos, poucos sabiam o que era. Já fiz a palestra para umas 600 pessoas em escolas, feiras e clientes e no nosso Meetup. Hoje quando apresento, faço questão de perguntar quem já ouviu falar e a quantidade de pessoas que já ouviram está aumentando, talvez já esteja em 40%. Agora tentei colocar a palestra em um texto.

No texto de hoje, vou colocar apenas o início, a provocação. Por que surgiu a necessidade da Indústria 4.0?

Telecomunicações

Como era a nossa experiência para fazer ligações há 20 anos? Precisávamos de um telefone, muitos precisavam de um orelhão. Você precisava decorar o número das pessoas… E hoje, com o Whatsapp? Experiência totalmente diferente, não é? E esta tecnologia não é mais complicada que só privilegia as gerações mais novas… Dona Onofra Rosa, minha avó, é super ativa no grupo de Whatsapp da minha família. Então podemos dizer que estamos em um novo planeta em relação a telefonia?

Entretenimento 

E em relação ao Entretenimento, como era nossa experiência para assistir filmes há 20 anos? Como um exemplar da geração que nasceu nos anos 80, aluguei muitos filmes… Na sexta a tarde íamos a locadora, eu ficava uns 20-30 minutos escolhendo um filme, meu filho e minha esposa também escolhiam um para cada. Durante o final de semana normalmente assistíamos dois (os deles) e eu precisava rebobinar tudo no domingo a noite para devolver na segunda… E como é nossa experiência para assistir filmes nos últimos anos? Com o Netflix do seu sofá, você pode escolher qual o filme vai assistir agora e paga por mês, menos o que eu pagava para um final de semana… Também podemos dizer que é um outro planeta?

E na pegação?

Antigamente, para encontrar um par, precisávamos: 1) encontrar um local que nos agradasse (porque se as pessoas que frequentassem provavelmente teria afinidade conosco); 2) Especialmente eu, que sou muito tímido, precisava vencer a timidez e conversar com alguém; 3) Nessa conversa precisaríamos entender a pessoa, saber um pouco se essa pessoa estava se relacionando com alguém, saber um pouco da saúde mental, saber um pouco do perfil, saber se talvez eu interessaria a essa pessoa; 4) Propor ficar com essa pessoa.

Não é a toa que tenho uma coleção de “nãos”…kkk. Para evitar outros nãos, já estou casado há 15 anos. Mas para os solteiros de hoje, existem ferramentas poderosas para “Automatizar” e melhorar esse “Processo”. Facebook e Tinder podem nos indicar pessoas que tem afinidade conosco e nos colocar em comunicação com elas antes mesmo de nos expormos e nos encontrarmos, trazendo mais “Eficiência”, “Produtividade” e “Segurança” ao “Processo” automatizando as etapas 1), 2), uma parte da 3).

Viu como eu chamei o relacionamento de “Processo”, falei de “Produtividade” e “Automação”, como quando falamos sobre um processo industrial? Então, o relacionamento é um processo, como uma usinagem…

Enquanto isso na indústria… 

                Bom, e na indústria? Como eram as automações há 20 anos? Usávamos PLC, Cartões, Sensores e Atuadores? E hoje? Você usa CLP, Cartões, Sensores e Atuadores… Quase nenhuma evolução! Mas você pode dizer: “Marcelo, você está louco? As redes são muito mais usadas, temos a Ethernet Industrial, começamos a usar PCs, Algumas aplicações tem até Wifi”. É verdade tivermos diversas melhorias nos últimos anos, mas a evolução CANOpen / Modbus RTU (principais redes industriais usadas na década de 80) para Profinet/Ethernet IP (principais redes usadas hoje) não é nem de perto a evolução telefone-Whatsapp, locadora-Netfix, balada-Tinder…

                Agora que você sabe de onde vem a inquietação para evolução na indústria, saiba mais sobre indústria 4.0, nos próximos posts desta série:

  • O que é I4.0?
  • Como está a Indústria?
  • Como ela vai ficar em pouco tempo? 
  • Quais tecnologias compõe a I4.0 
  • Como a indústria ficará?

Se você se interessou pelo assunto e quer saber mais sobre Indústria 4.0 ou tem alguma dúvida entre em contato com nossa engenharia de aplicação!

Se o botão não estiver funcionando Clique Aqui!

Facebooktwitterlinkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.