Como Reduzir o Processo de Start-up na Automação Industrial

Como Reduzir o Processo de Start-up na Automação Industrial

É inegável que a chamada indústria 4.0, com base no processo de start-up na automação industrial, veio para ficar. Com toda a evolução tecnológica dos últimos anos, é possível otimizar os processos de atuação das máquinas como um todo, fazendo com que a produção cresça em menos tempo, sem que para isso seja preciso abrir mão da qualidade ou se gaste mais recursos.

No entanto, embora os níveis da automação na indústria tenham subido consideravelmente, será que é possível reduzir o processo de start-up de máquinas? Confira este artigo e saiba mais sobre o assunto!

Entenda o que é start-up na automação industrial

Como já mencionamos por aqui, a etapa do projeto de uma máquina chamada de start-up ou posta em marcha consiste em: remontagem diretamente onde será usada, realização dos testes para checar seu funcionamento e eventuais ajustes, treinamento de como operá-la e a observação da mesma em ação.

Estes são procedimentos essenciais, portanto, o ideal é que a equipe de especialistas, como engenheiros e projetistas envolvidos no projeto desde o seu prospecto, além, é claro, de toda a devida instrumentação para montagem e testes de eficiência devem estar presentes no local. Pois, caso contrário, o processo pode levar ainda mais tempo.

Quais as recomendações para reduzir esse processo?

Todo o procedimento que envolve um projeto de máquina passa pelas etapas de concepção inicial, projeto, compra, montagem, teste e comissionamento, desmontagem, transporte e start-up. Se a ideia é reduzir a duração deste último, recomenda-se que se pense desde a concepção em desenvolver um maquinário que não necessite de tanto tempo de posta marcha.

Além disso, existem algumas soluções, como utilizar uma rede de comunicação, onde a quantidade de cabos e fios são bastante reduzidas e isso, naturalmente, otimiza seu tempo de configuração e testes.

Prefira ainda materiais pré-testados, como conectores injetados, por exemplo. Além de mais em conta, também diminuem o processo de start-up na automação industrial.

Desenvolva um plano com roteiro somente para essa etapa do projeto. O modo como fará isso não importa, pode ser um manual ou mesmo um vídeo tutorial com as instruções e quanto tempo estas devem durar. Meça o tempo médio de produtividade, dessa forma, conseguirá ter um controle maior e ajustar o tempo utilizado no processo.

O que achou das dicas sobre como reduzir o processo de start-up na automação industrial? Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com um de nossos consultores sempre a postos para te auxiliar no assunto! Aproveite e continue se atualizando com as postagens periódicas no blog da Murreletronik.

Facebooktwitterlinkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.