© fotolia/samsonovs

Indústria 4.0 Normas e Padrões

Para nós do Blog de Automação, buscar conteúdos ricos e muitas vezes exclusivos é um dos nossos principais objetivo. Em 2017 começamos uma parceria com a Plattform Industrie 4.0 – Organização Alemã, que dedica-se exclusivamente a Industria 4.0. Nossa parceria com eles é desenvolver uma compreensão geral e consistente sobre Indústria 4.0 aos nossos leitores brasileiros. Esperamos que essa e outras parcerias que virão possam te ajudar no seu dia-a-dia, aumentando seus conhecimentos e experiências.

Uma linguagem comum para tecnologias da Indústria 4.0

Tornando a complexidade gerenciável

As fábricas da Indústria 4.0 apresentarão um grau de automação sem precedentes e um uso extensivo da Internet. Diferentes sistemas precisam ser capazes de se comunicar e interagir. Para que isso aconteça, as interfaces devem ser harmonizadas. Isso, por sua vez, exige que as interfaces sejam projetadas de acordo com normas e padrões acordados internacionalmente.

As pessoas assumirão inicialmente o papel de desenvolvedor e usuário que controla, monitora e, quando necessário, intervém nos processos em andamento.

A interação e a comunicação entre as fábricas e suas máquinas transcende limites organizacionais e operacionais. Empresas em diferentes setores, como fornecedores, empresas de logística e fabricantes, estão ligadas entre si em um sistema de valores. Agora, isso é uma questão de curso para os clientes: Os cabos USB conectam impressoras aos laptops, os arquivos de música são transferidos entre leitores MP3 e celulares por Bluetooth e vice-versa. A comunicação é quase perfeita porque os fabricantes dos vários componentes concordaram em interfaces comuns. A indústria de transformação é agora confrontada com esse processo de padronização; um que definirá previamente os mecanismos de cooperação. Para esse fim, estão sendo definidas as chamadas arquiteturas de referência: modelos idealizados que fornecem a estrutura para o desenvolvimento, integração e operação dos sistemas técnicos relevantes.

Desenvolvimento de uma linguagem comum e definições

Uma arquitetura de referência – um conjunto de definições e métodos uniformes – constitui a base para isso. Ela fornece uma estrutura e um idioma comuns para a descrição e especificação uniformes das arquiteturas do sistema. A Plattform Industrie 4.0 propôs um modelo de arquitetura de referência neutro em solução, o RAMI 4.0, que constituirá a base do futuro trabalho da plataforma. Além disso, uma descrição precisa ser desenvolvida em colaboração com os comitês de especialistas do que constitui um componente da Indústria 4.0 e como ele pode ser encapsulado em um “shell administrativo”. Além disso, o modelo de arquitetura de referência pode ser usado para desenvolver uma ontologia da Indústria 4.0, uma gramática e semântica e, portanto, uma linguagem comum. Isso exige cooperação entre setores e indústrias. A abordagem coletiva das indústrias de engenharia mecânica e de engenharia de plantas, automação, informática e fabricação levará a uma visão holística da Indústria 4.0 e sua ontologia.

Normas e padrões da Plattform Industrie 4.0

O RAMI 4.0 é uma proposta inicial para um modelo de arquitetura de referência neutro em solução. Ela reúne os elementos essenciais da Indústria 4.0 em um modelo 3D em camadas. Essa estrutura pode ser usada para classificar e desenvolver sistematicamente tecnologias da Indústria 4.0.

Mais informações sobre o RAMI 4.0 podem ser encontradas na página grupo de trabalho sobre arquiteturas de referência, padronização e normas.

Nós do Blog de Automação, sempre procuramos conteúdos e parcerias que agreguem valores aos nosso leitores. Esse texto foi traduzido com Autorização do Site Plattform Industrie 4.0, para ver essa matéria original clique aqui.

Quer aprender mais sobre os produtos e soluções da Murrelektronik? Assine nossa newsletter.

Neste blog você encontra diversos assuntos relacionados ao mundo da Automação Industrial, caso você tenha alguma sugestão de conteúdo click no link abaixo e nos envie!

Botão Sugestões

Se o botão não funcionar, clique aqui.

 

Facebooktwitterlinkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.