Pesquisa de Automação

Pesquisa Automação Industrial no Brasil – Veja a análise desse segmento

Você já viu que temos poucas pesquisas sobre o mercado de automação no Brasil? Quando os alemães me perguntam: “Qual o tamanho do mercado de automação industrial no Brasil?” ou “Quais são as redes de campos mais usadas?” Eu não sei responder e então eles afirmam… “Não acredito que o governo não tenha feito uma Pesquisa Automação Industrial e tão pouco não tenha esses tipos de dados? Como a automação pode crescer sem esses dados?”.

Se quisermos uma Pesquisa de Automação Industrial, que nós façamos essa pesquisa então! Já vivi muitas crises e uma coisa que eu aprendi é não depender de políticos e governos. Assim, se queremos mais educação, que nos eduquemos. Se quisermos mais assistência social, que nós nos voluntariemos.

E como fazer uma pesquisa?

No doutorado que faço, tenho aprendido muito a fazer coleta e análise de dados. Aprendi que é muito importante elaborar corretamente as perguntas chaves, estruturar com atenção todos os dados para então poder fazer uma análise clara e dizer com propriedade se as empresas estão no caminho certo, indo de encontro às necessidades e expectativas dos seus clientes. Porém dentre todas as técnicas e metologias existentes a mais importante de todas é Começar!

Então vamos começar.

Nós, juntos com a Editora IPESI (Revista Eletrônica e Informática e Revista Metal Mecânica), criarmos uma pesquisa de mercado para o segmento de Automação Industrial. Fizemos várias perguntas relacionadas a área pesquisada como, por exemplo, qual o percentual de SDCD como controladores, ou quais dispositivos são mais utilizados, quais redes, segmentos, investimentos, produção de máquinas, tecnologias, entre outras perguntas que sempre quisemos respostas e não sabíamos como encontrá-las. O resultado disso? Quero compartilhar com você! A final coisa boa e de qualidade precisamos compartilhar com pessoas que podem fazer o Brasil crescer novamente.

Se o botão não estiver funcionando Clique Aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *