Plano de Manutenção — Como Desenvolver Um Para Sua Planta Industrial?

Plano de Manutenção — Como Desenvolver Um Para Sua Planta Industrial?

Ter um plano de manutenção bem elaborado e estruturado para sua planta industrial pode, em curto e longo prazo, evitar muitos problemas. Uma máquina parar, curtos-circuitos e até mesmo questões mais gerais, que podem parar totalmente a produção, podem ser minimizados.

Você sabe como entender suas necessidades e elaborar um plano eficaz para a sua planta industrial? Veja detalhes neste artigo e aprenda!

Afinal, o que é um plano de manutenção?

Quando falamos a respeito de um plano de manutenção, o mais comum é que essa manutenção seja preventiva ou preditiva. Trata-se de um planejamento das variadas atividades que serão destinadas a, principalmente, reduzir possíveis falhas na produção e nas máquinas da planta industrial.

Itens como inspeções, reapertos, substituição de peças, limpeza e ajustes mais finos entram no documento e toda a sua realização deve ser registrada detalhadamente, inclusive inserindo toda e qualquer peça que for utilizada ou retirada durante os processos. É importante, também, explicitar quais foram os equipamentos que passaram por manutenção e onde estão localizados no chão de fábrica.

Basicamente, é como um roteiro que dita ordenadamente e fielmente o que foi e o que será realizado em termos de manutenção industrial em certo período de tempo. Isso permite, futuramente, que certas decisões sejam tomadas com tempo hábil e mais precisão, evitando a necessidade de um conserto emergencial (manutenção corretiva não planejada).

Como elaborar um plano de manutenção?

Criar um plano que funcione para sua indústria não é, exatamente, uma tarefa difícil. Entretanto, deve ser feita com extremo cuidado para que nada seja esquecido ou deixado de lado pela pressa ou falta de refinamento nas ações. O que importa, de fato, no plano, são as informações, dentre as quais devem estar:

quando, como e quais serviços serão realizados;
quais serão os responsáveis pela execução — com detalhes como nome, função, empresa, cargo, etc.);
o tempo destinado a cada etapa;
custos tanto de material quanto de serviço para cada unidade e também total;
materiais aplicados ao trabalho;
recursos ou ferramentas que serão utilizadas;

Não existem maiores segredos ou complicações, e cada gestor produzirá o seu plano da maneira que julgar mais conveniente. O importante é respeitar a ordem dos serviços a serem realizados.

Outro ponto importante é ter uma maneira de registrar tudo. Uma boa ideia é manter as etapas em uma prancheta para marcar, gradativamente, o que for feito. Isso evita gastos desnecessários, possíveis esquecimentos e permite também uma consulta posterior, seja por qual motivo for preciso.

Para mais informações sobre automação industrial, confira o blog da Murrelektronik. Precisa de ajuda para criar o seu plano de manutenção de maneira eficaz? Conte com os especialistas de nossa empresa!

Facebooktwittergoogle_pluslinkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.