Automação Industrial

O que é Automação Industrial?

Automação é uma variante de automatização e vem do latim Automatus, cujo significado é “mover-se por si”. Automação significa o ato de automatizar. Hoje, a palavra é largamente empregada quando o assunto é a substituição do trabalho do ser humano pelo emprego da eletrônica.

Um simples exemplo de automação é quando nós fazemos certo tipo de trabalho e em um determinado tempo resolvemos que esse trabalho pode ser feito por meio de maquinas, robôs e computadores onde não é necessária a presença de uma pessoa para executar a tarefa. Mas mesmo que o processo de execução seja automatizado, antes de tudo, nós temos que ter conhecimento de como fazer isso acontecer, de como programar para que a tarefa seja executada sozinha fazendo com que os esforços humanos sejam apenas mentais e não físicos.

Em relação à saúde das pessoas, esta bem claro que por conta das pessoas evitarem o contato direto com a linha de produção ou seus respectivos trabalhos, estão evitando diversos problemas e assim aumentando o tempo de vida, pois infelizmente alguns trabalhos exigiam muito esforço das pessoas causando diversos problemas de saúde.

A palavra automação pode se referir a um sistema que utiliza processos automáticos na execução de atividades e na verificação de seu próprio funcionamento em trabalhos antes feitos pelo ser humano.

Outro uso de automação é o que acontece quando uma pessoa passa muito tempo executando uma mesma atividade; com a repetição, o ser humano é capaz de utilizar uma parcela menor do cérebro para a execução de uma mesma tarefa, podendo fazê-la mais rapidamente (“sem pensar”) e com menor chance de erro.

Ambos os conceitos estão relacionados, pois é a necessidade de aumento de produtividade que leva o homem a buscar formas de automação, sejam elas humanas ou artificiais. No caso das máquinas e robôs, é o homem que está por trás do trabalho executado pela automação.

O que é Automação Industrial?

A automação industrial teve seu ponto de partida após 1950 com o desenvolvimento da eletrônica. Esta permitiu o aparecimento da informática e a automação das indústrias, com a utilização de modernas técnicas de produção, com destaque para a robotização, isto é, o uso de robôs controlados por computadores que realizam o trabalho de seres humanos, substituindo-os na produção de bens econômicos ou mercadorias. A automação exerce grande importância para a modernização dos processos industriais.

A automatização dos processos geraram bastantes melhorias tanto para as pessoas quanto para as indústrias e os principais benefícios da automação industrial para as indústrias são:

  • Aumento de produtividade;

Através da automação muitos trabalhos manuais puderam ser feitos por maquinas. Além de trabalharem sozinhas, com maior precisão e velocidade, uma máquina nunca fica doente, certo? É só ter um cuidado especial com a manutenção.

  • Melhoria de qualidade do produto final;

Já experimentou fazer a mesma tarefa repetidas vezes? Agora imagina um funcionário em uma linha de produção, fazendo por horas o mesmo trabalho? Ao longo do tempo ele vai ficando cansado e sua produtividade caindo e consequentemente começa a ficar descuidado. Uma máquina nunca fica cansada e nem descuidada, ela trabalha 24h por dia sem se preocupar com vida pessoal, sem ficar doente. Portanto, uma vez calibrada e programada ela irá manter aquela qualidade pelo tempo que funcionar.

  • Redução de custos;

A redução de custos se deve principalmente ao menor desperdício de material e a menor quantidade de mão de obra para produzir. Uma máquina apenas precisa de revisão periódica e energia elétrica para funcionar, seus gastos são pontuais e seu custo benefício promovido pela quantidade produzida e velocidade de produção ajuda na diminuição dos custos por produto.

  • Segurança aos empregados;

Através da automação industrial, é possível monitorar 24h por dia, 7 dias por semana, qualquer complexo industrial. Através de alertas sonoros ou luminosos e sensores em processos industriais, podemos monitorar e avisar sobre qualquer irregularidade. Isso pode ser feito desde problemas na produção até alertas de perigo aos funcionários, diminuindo riscos e fatalidades. Com esses processos, podemos verificar sobrecargas e aumentos de temperatura. Assim, garantimos velocidade de tomada de decisão diminuindo prejuízos e danos que não seriam evitados se um homem fizesse o mesmo trabalho.

  • Competitividade;

Você tem maior produção, menor custo de produção, maior qualidade. Em um mundo no qual o consumidor preza cada vez mais pela qualidade, custo e cuidados ambientais, como mostra estudos, poder investir no que o consumidor procura sem gerar mais despesas a empresa é o caminho para ser competitivo em um mercado cada vez mais agressivo.

Capacidade de monitoramento, controle e auxilio na tomada de decisão.

Como tomar decisões, diminuir riscos e garantir maior controle das operações da sua empresa, sem gastar com mão de obra supervisora e horas de auditoria?

O computador faz esse trabalho por você com sensores, sistemas de controle e alertas contínuos, a automação fornece as ferramentas para quem quer recolher indicadores e ter a chance de estudar como melhorar seus processos.

 

Saiba como a Indústria 4.0 afetará a automação industrial. Cadastre-se!

 

Como é o mercado?

O mercado de trabalho para o tecnólogo em Automação Industrial é vasto. Este profissional encontra ofertas de emprego nas mais diversas áreas da indústria, tais como:

  • Automobilística
  • Química
  • Alimentícia
  • Agrícola
  • Farmacêutica
  • Petroquímica
  • Metalúrgica

Hoje em dia é difícil imaginarmos indústrias funcionando sem sistemas automatizados e dependendo exclusivamente do trabalho humano para a fabricação de produtos.

Desde empresas de pequeno porte até multinacionais, as organizações necessitam de algum tipo de equipamento ou sistema que apoie seus processos produtivos.

O tecnólogo em Automação Industrial pode assumir diferentes cargos dentro de uma empresa, como por exemplo:

  • Desenvolvedor de sistemas de automação
  • Supervisor de montagem e manutenção de sistemas automatizados
  • Integrador de sistemas de automação
  • Mantenedor de sistemas de automação
  • Consultor de tecnologias para automação
  • Vendedor técnico de sistemas e equipamentos automatizados

Hoje em dia, o mercado de trabalho para esta área é bem concorrido tanto entre engenheiros quanto tecnólogos. Mas pelo desenvolvimento do mundo todo nos últimos anos, as vagas para um bom profissional esta bem concorrida devido ao numero de pessoas que fazem este tipo de faculdade, ou seja, as pessoas precisam cada vez mais se qualificar para conseguir entrar e se manter em seu trabalho.

O curso de Automação Industrial é um curso superior tecnológico, com duração média de três anos.

O aquecimento da economia brasileira fez com que as indústrias voltassem a investir mais fortemente em sua ampliação e desenvolvimento, e com isto as oportunidades de trabalho têm crescido.

O campo da robótica e da produção industrial automatizada é hoje elemento essencial para o aumento da competitividade. Além desta modalidade de formação, técnicos em eletrônica e em mecânica, bem como engenheiros mecatrônicos (de Automação e Sistemas) competem no mercado.

A formação técnica ocorre no âmbito do ensino médio e a de Engenharia no âmbito superior em nível universitário (com duração de cinco anos).

Segundo o GUIA DO ESTUDANTE, o salário inicial para o tecnólogo em Automação é de R$ 2.550,00 por seis horas diárias de trabalho.

O site Salariômetro indica que no Brasil o salário inicial para o técnico em mecatrônica é R$1.987,00 (571 contratações nos últimos seis meses); para o engenheiro mecatrônico R$3.217,00 (68 contratações nos últimos seis meses); e para o engenheiro de controle e automação (que exige maior experiência) de R$ 4.879,00 (242 contratações nos últimos seis meses).

Um engenheiro do ramo de controle e automação é responsável, principalmente, por mover o setor industrial, pois ele é o encarregado por projetar e operar equipamentos utilizados nos processos automatizados de indústrias em geral. Basicamente sua função é fabricar e manter máquinas e sistemas automáticos, porém ele realiza outras atividades como: desenvolver ferramentas computacionais, estudar a viabilidade técnica e econômica necessária, elaborar orçamentos e desenvolver projetos de instrumentação, sensores e algoritmos.

Normalmente um engenheiro de controle e automação tem conhecimento em robótica industrial, acionamentos hidráulicos e pneumáticos, mecatrônica e modelagem de sistemas automatizados, automação da manufatura, etc.

As principais áreas onde um engenheiro mecatrônico pode atuar são:

  • – Automação industrial e robótica
  • – Automação comercial e domótica
  • – Projeto de equipamentos e sistemas de informática
  • – Projeto de equipamentos para biotecnologia
  • Eletroeletrônicos
  • Informática
  • Automotivo
  • Robôs industriais
  • Circuitos eletrônicos
  • Microchips
  • Sistemas de tratamento de água e esgoto
  • Refinarias de petróleo
  • Usinas de geração de energia
  • Siderúrgicas
  • Petroquímicas

Para conhecer mais sobre esse assunto, que tal ver algo sobre indústria 4.0?

Como se qualificar para a área de automação?

O curso de tecnólogo em Automação Industrial capacita o aluno a atuar em diferentes segmentos da área de automação.

Esta formação conta com disciplinas generalistas de Matemática, Física, Eletroeletrônica e Informática.

As disciplinas mais específicas da área de Automação ensinam o estudante sobre sistemas de automação e controle e possuem muitas atividades práticas em laboratório, onde o aluno aprende sobre:

  • Controle de processos
  • Comunicação de dados
  • Robótica e manufatura integrada
  • Instalação de sistemas de automação
  • Micro controladores
  • Controladores lógicos programáveis

Esta graduação capacita o estudante a desenvolver, implementar e manter sistemas de controle e automação industrial com o objetivo de otimizar os processos da indústria e reduzir seus custos.

O curso possui muitas aulas práticas em laboratórios que permitem ao estudante desenvolver e fabricar suas próprias máquinas e colocar em prática os conhecimentos teóricos.

Algumas faculdades possuem convênios com empresas e indústrias que desenvolvem projetos dentro da instituição de ensino com a participação dos estudantes. Para muitos alunos, estes projetos constituem a primeira experiência profissional na área e são uma oportunidade para estabelecer contato com empresas antes de concluir a faculdade.

Ao final do curso, o aluno deve elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Algumas faculdades  também exigem estágio supervisionado na área.

Onde estudar Automação Industrial

Confira algumas das principais faculdades que oferecem o curso de Automação Industrial:

 Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Perfil do profissional formado em Automação Industrial

Um bom profissional da área de Automação Industrial deve gostar muito de tecnologia e ter afinidade com Ciências Exatas.

O desenvolvimento de sistemas automatizados requer muito estudo, concentração e capacidade de resolver problemas.

Outra característica importante para este profissional é a capacidade de trabalhar em equipe, já que os projetos de modernização dos processos industriais costumam envolver um time com profissionais de diferentes áreas.

Quando as empresas buscam automatizar seus processos, elas desejam aumentar sua competitividade no mercado utilizando as tecnologias mais modernas que existem. Por esta razão, o tecnólogo em Automação Industrial deve estar sempre atento às tendências tecnológicas de sua área.

Grade curricular do curso de Automação Industrial

A estrutura curricular do curso de Automação Industrial depende da instituição de ensino que oferece esta graduação.

De modo geral, estas são as disciplinas que formam o curso de Automação Industrial:

  • Administração da Produção Industrial
  • Controladores Lógicos Programáveis
  • Desenho Técnico
  • Elaboração de Projeto Industrial
  • Elementos de Automação Industrial
  • Eletricidade
  • Eletrônica
  • Eletrônica Digital
  • Eletrônica Industrial
  • Gestão da Qualidade Industrial
  • Informática Aplicada
  • Instrumentação Industrial
  • Manutenção Industrial Integrada
  • Máquinas e Comandos Elétricos
  • Matemática Aplicada
  • Metrologia Industrial
  • Micro controladores
  • Redes de Comunicação Industrial
  • Robótica
  • Servomecanismo e Acionamento
  • Sistemas Hidráulicos e Pneumáticos
  • Sistemas Integrados Digitais
  • Sistemas Supervisórios
  • Tecnologia de Ensaios Industriais
  • Tecnologia dos Materiais

Os cursos de engenharia mecatrônica englobam um pouco mais do que os tecnólogos, pois o tempo de duração é um pouco maior tendo em vista que em cinco anos os conteúdos que são apresentados no tecnólogo tem um fundo bem maior na parte de bacharelado. Então um profissional formado em engenharia acaba tendo mais “peso” no mercado de trabalho do que um tecnólogo, mas não quer dizer que um tecnólogo sabe menos que um engenheiro, mas sim que o engenheiro teve um pouco mais de preparo para atuar em certa área.

A grade do curso de Engenharia mecatrônica é muito ampla e tem muitas matérias importantes como:

  • Álgebra Linear
  • Algoritmos e Programação
  • Cálculo e Geometria Analítica
  • Cálculo Numérico
  • Ciência, Tecnologia e Ambiente
  • Circuitos Elétricos
  • Computação Evolutiva
  • Desenho Técnico
  • Elementos de Máquinas
  • Fabricação Auxiliada por Computador
  • Física
  • Física Geral – Eletromagnetismo
  • Geometria Descritiva
  • Instrumentação Fundamental para Controle e Automação
  • Laboratório de Controle e Operação de Processos
  • Materiais para Engenharia
  • Mecânica Aplicada
  • Mecânica dos Sólidos
  • Microprocessadores
  • Modelagem e Controle de Processos Industriais
  • Organização Industrial
  • Planejamento Estratégico da Produção
  • Programação Orientada a Objeto
  • Protocolos de Comunicação para Controle e Automação
  • Robótica
  • Sistemas de Automação
  • Sistemas e Sinais
  • Técnicas Digitais
  • Termodinâmica

Os cursos profissionalizantes como SENAI, ETEC, entre diversos outros ajudam a você se tornar um grande profissional podendo ter a chance de aprender mais e ensinar as próximas gerações. No caso do SENAI, o curso é muito prático simulando como é o dia a dia das pessoas nas empresas, mas não quer dizer que não tenha nada teórico e no caso das faculdades, infelizmente não tem tantas aulas praticas como o SENAI e ETEC.

Nós do time da MURRELEKTRONIK, contamos com grandes profissionais que trabalham no ramo da Automação Industrial, como por exemplo:

  • Marcelo Barboza é Engenheiro Eletricista, Mestre em Controle e Automação, Doutorando em Mecatrônica pela Poli, Gerente de Marketing da Murrelektronik e fundador de Meetup de Automação Industrial. Já possui 18 anos de experiência na área em departamentos como Suporte Técnico, Engenharia de Aplicação e Gerência de Produtos.

  • Raphael Calegari já trabalha há 9 anos na Murrelektronik, sendo 4 anos como Vendedor Interno e outros 5 anos como Gerente de Produtos, além disso também atuou 2 anos em Manutenção Eletrônica em uma Indústria Metalúrgica. Formado em Engenharia Elétrica.

  • Roger Lago é graduado em Publicidade e Propaganda, com MBA em Marketing, ambos pela Universidade Anhembi Morumbi. Atualmente é Gerente de produtos Murrplastik na Murrelektronik do Brasil. Possui mais de 18 anos de experiência na área de Marketing&Vendas.

  • Michelle Victorino é Comunicóloga. Integra o grupo de Marketing da Murrelektronik, possui 10 anos de experiência no mercado de Automação Industrial.

  • Henrique Oliveira é Técnico em Eletroeletrônica pela Escola SENAI “Ary Torres”, estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela FATEC Zona Sul e foi responsável pelo Suporte Técnico da linha de I/O remoto da Murrelektronik do Brasil, hoje atuando na parte de Inbound sales.

  • Matheus Abreu Estudante de Engenharia Mecatrônica, formando em Mecânica de Precisão pelo SENAI-Suíço Brasileiro, Atualmente como Customer Success e Inbound Sales na área de Marketing na MURRELEKTRONIK DO BRASIL.

Nosso time está bem completo e preparado para o futuro da automação industrial. Gostaríamos de convidar você para caminhar junto com a gente e ser um profissional de sucesso.

Espero que tenha gostado deste post e caso queira conhecer mais sobre Automação Industrial e como você pode implementar essa ideia em sua indústria, não perca os próximos posts, e caso você tenha alguma sugestão de conteúdo click no link abaixo e nos envie!

Botão Sugestões

Botão Sugestões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *