Como Aplicar o Protocolo de Comunicação AS-i?

Como Aplicar o Protocolo de Comunicação AS-i?

Conhecido pela facilidade e flexibilidade de ajustes no posicionamento que proporciona às redes industriais nas quais é instalado, o protocolo de comunicação AS-i é uma boa opção para quem deseja aplicações simples em máquinas e equipamentos de portes menores.

Quer saber mais sobre o protocolo e como aplicá-lo para aproveitar tais vantagens? Confira detalhes neste artigo!

O protocolo de comunicação AS-i

O protocolo AS-Interface, popularmente referenciado como protocolo de comunicação AS-i (Interface Sensor Atuador) foi criado em 1990 por um consórcio liderado pela Siemens. Seu principal objetivo era levar os benefícios dos níveis superiores da hierarquia da automação aos sensores e atuadores.

Sendo assim, foi concebida a rede, caracterizada como sensorbus, para complementar sistemas, tornando mais simples, rápida e eficiente a conexão dos sensores e atuadores com os controladores.

Oito anos depois ela foi padronizada pela norma EN 50295 e passou a ser considerada uma solução simples para aplicações em redes industriais, no nível mais baixo de automação — dispositivos discretos, sua interligações e controles.

Como aplicar o protocolo AS-i?

A rede AS-i tem como principais características em termos de aplicação:

  • transporte de dados e energia pelo mesmo cabo;
  • barramento que substitui por sensores e atuadores os cabos paralelos de um CLP (Controlador Lógico Programável), o que reduz o custo da instalação;
  • comunicação de mestre com até 31 escravos;
    ciclo total <5ms;
  • barramento com comprimento máximo por segmento de 100m;
  • taxa de transmissão de 167 kbps (bruto) e 53.3 kbps (líquido).

Particularidades da aplicação

No protocolo de comunicação AS-i a mensagem parte sempre do mestre, e cada escravo tem um endereço único. Todos são chamados em sequência pelo mestre, com mensagens de quatro bits de dados. Até 31 escravos são suportados no profile 2.0, 31A e 31B no 2.1 e 64 no 3.0, e cada um deve ter um número único.

São possíveis até quatro entradas e saídas digitais para cada escravo, totalizando 124 de cada, os parâmetros utilizados por escravo são também de quatro bits. O ciclo de transmissão segue:

  1. pedido do mestre;
  2. pausa do mestre;
  3. resposta do escravo;
  4. pausa do escravo.

Aplique a Rede AS-Interface à sua planta industrial

As vantagens da utilização do protocolo de comunicação AS-i são muitas, e você pode aproveitá-las em sua planta industrial para a instalação de diversos equipamentos e máquinas, pois sua velocidade é adequada e atende bem até mesmo em redes mais robustas.

A Murrelektronik conta com uma equipe de Engenharia de Aplicação pronta para ajudá-lo a trabalhar com as melhores especificações de componentes e de comunicação de dados! Converse com um de nossos consultores e faça seu projeto agora mesmo.

Para mais dicas como essa, continue acompanhando o blog da MurrElektronik e leia também nosso e-book sobre utilização de redes para sistemas de segurança!

Facebooktwittergoogle_pluslinkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.