Conduítes Industriais

Conduítes Industriais, acabamento e proteção para os cabos elétricos

Cabos elétricos nas instalações industriais não são conhecidos como os componentes mais resistentes da automação. Então, porque insistimos em deixá-los largados e pendurados de forma inadequada?

Conduítes Industriais, acabamento e proteção para os cabos elétricos

Pode parecer um pouco de exagero, mas existem agentes e intempéries para o quais os cabos  elétricos são muito desprotegidos. Existe uma falsa impressão de residência quando os cabos elétricos são novos, fazendo com que fabricantes de máquinas não se atenham a alguns cuidados.

Infelizmente, quem acaba sofrendo com esta questão são os clientes finais, que somam grandes prejuízos com paradas de máquinas em momentos de produção ou investem mais do que imaginavam em trocas, reformas e melhorias. Mas, será que estes problemas não podem ser evitados?

Restringindo alguns problemas comuns e crônicos

Para garantir que este conteúdo não vire um livro (teríamos argumentos para isso), vamos restringir os vilões de cabos elétricos a alguns mais conhecidos, para não dizer mais crônicos:

  • Impacto mecânico – Caixas, peças, carrinhos de transporte, empilhadeiras etc., são muitos os exemplos de impactos mecânicos que cortam, avariam ou no mínimo reduzem em muito a vida útil de cabos elétricos instalados no chão de fábrica;
  • Agentes Agressivos – Óleos, líquidos de limpeza, produtos químicos do ambiente, gazes em suspensão são alguns exemplos de agentes agressivos presentes em diversas aplicações industriais que atacam os cabos. Em muitas vezes é mais econômico comprar cabos mais baratos e protege-los destes agentes;
  • Cavacos de ferro – São muitas as aplicações na indústria onde cavacos de ferro e cabos se unem, o resultado nunca é muito bom. Quando estes dois componentes se juntam ainda ao movimento dos cabos, com certeza a redução de vida útil do cabo é certa;
  • Raios UVB – Em alguns casos os cabos elétricos passam por ambientes externos, mas nem precisam especificamente desta condição. Raios UVB atacam e ressecam os cabos elétricos, para isso basta que a exposição seja intensa em parte do dia.

Os primeiros motivos, somente os primeiros.

Como prometemos, este é um primeiro conteúdo sobre o uso de Conduítes Industriais nas aplicações de automação. Em outros artigos ainda falaremos sobre redução de espaço, disciplina e facilidade na instalação. Se quiser saber mais sobre  Conduite, veja esse post sobre: Conduite Industrial é tudo igual? Detalhes que fazem grandes diferenças!”

Outro assunto que muito em breve será abordado é o uso de Conduítes Industriais em manutenção e reforma de máquinas, sem que os cabos (se estiverem bons) precisem ser desconectados! Isso te interessa?

Você tem interesse? Faça contato com a nossa equipe!

Além da Engenharia de Aplicação especializada nos produtos Murrelektronik, possuímos também profissionais especializados nas aplicações dos produtos Murrplastik. Avaliar a utilização de Conduítes Industriais é uma das atividades que estão prontos para te ajudar. Fale com eles!

Se o botão não estiver funcionando Clique Aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *