Estratégias para uma Produção Industrial mais Eficaz

É comum que na produção industrial, encontre-se alguns contratempos. Aparentemente, esses fatores que parecem pequenos, podem ocasionar em perdas significativas.

O ideal é sempre evitar essas situações como:

  • Cálculos de custos de produção que não englobam todas as informações do processo;
  • Falta de matéria prima e de controle de estoque;
  • Paradas por falhas na programação da fábrica;
  • Escassez de manutenção;
  • Ociosidade;
  • Relatórios incompletos;
  • Falhas de logística;

Além destas, existem outras possibilidades que prejudicam o objetivo de uma indústria.

Se você se identificou com algum destes itens, não perca essa leitura. Vamos ajudá-lo a solucionar esses problemas.

Mapeamento e Padronização de Processos

Supondo que cada colaborador execute uma tarefa de forma diferente, com prazos indefinidos e sem um planejamento adequado. Isso não dificultaria somente a identificação dos aspectos que precisam ser otimizados, mas também na prevenção de perdas de tempo em atividades desnecessárias.

Por isso que o principal papel do mapeamento é justamente o contrário. Ao aplicá-lo, essas métricas de melhorias podem ser desenvolvidas facilmente. Além disso, auxilia na modelagem de processos, agregando muito valor na produção.

Um sistema de gestão também é essencial para obter informações em tempo real e integração no gerenciamento de processos.

Alguns dos benefícios trazidos por esse modelo de organização são:

  • Economizar tempo;
  • Atendimento aos prazos;
  • Otimização de processos;
  • Estimar e reduzir custos;
  • Delimitar funções e responsabilidades

Planejamento dos Recursos de Produção

Um bom planejamento garante que atrasos, falta de recursos e desperdícios não ocorram. Compete a essa ação certificar o que comprar e produzir, organização do calendário de produção e seus prazos, obter mão de obra qualificada, entre outros.

As estratégias da logística devem estar alinhadas com as necessidades dos clientes. Isso irá influenciar diretamente no conhecimento que você tem sobre seu estoque. Nesse momento, a qualidade dos produtos e serviços, gestão eficiente dos custos e recursos e vantagens competitivas, estão interligados.

Contudo, uma boa dica também é trabalhar com planos detalhados. Esses passos resultam em uma produção industrial otimizada e lucrativa. Além disso, auxilia na identificação de oportunidades de negociação e no fluxo constante de matérias-primas.

Plano de Produção Industrial Integrado a outros Setores

Primeiramente, falamos sobre o mapeamento dos processos. É o que define os padrões de tempo, setup, maquinário, e inclusive, recursos necessários.

Agora, para somar a este processo, um plano de produção que inclui os outros setores, é capaz de detalhar e atualizar os materiais em estoque, compras, pedidos e a capacidade produtiva.

Imagine se isso ainda pudesse favorecer:

  • A comunicação entre as áreas e os setores;
  • O fluxo de documentos como a diminuição de papéis e planilhas de controle;
  • A segurança e confiabilidade das informações, com registros de datas e horários de todas alterações feitas.

Felizmente, essas vantagens são reais. Aproveite essa ideia para que ela traga um bom rendimento ao seu setor!

Prevenção de Riscos

Esse parece difícil, não é? Porém, é um aspecto primordial. Para alcançar um posicionamento estratégico no mercado, em um período de constantes avanços, deve-se sempre priorizar uma manutenção preventiva ao invés de corretiva. Aliás, este é uma das premissas da indústria 4.0.

Ou seja, estar sempre um passo a frente, faz parte do momento da inovação do período atual. Por isso que não realizar a manutenção periódica, traz um resultado bastante negativo.

Para concluir, prevenir os riscos é a chave para que retrabalhos, prejuízos, ociosidade de pessoas e equipamentos, problemas na qualidade e até acidentes na equipe sejam extintos.

Transformação na Liderança

Há uma relação bem evidente entre transformação e inovação. Trazer novas medidas internas, pode fazer com que o sucesso esteja cada vez mais próximo. Um bom líder é aquele que tem experiência para visualizar o que precisa ser inovado e também buscar que essa mudança seja feita.

O gamification, em outras palavras, uma estratégia de interação que estimula o engajamento de pessoas com a marca de maneira lúdica, é utilizado em algumas empresas para recompensar participantes que atingem objetivos. Como por exemplo, captação de novos clientes.

Outra maneira, é implementar o design thinking. Uma abordagem que visa a solução de problemas de forma coletiva.

Por fim, feedbacks construtivos e análises de desempenho são outras boas métricas para garantir uma boa equipe que atingirá o alcance das metas. Investir nos colaboradres também é investir em resultados!

Gostaria de mais informações sobre o Mercado Industrial?

Estamos sempre buscando novos materiais que possam acrescentar ao seu conhecimento. Nosso E-book sobre indústria 4.0 está disponível! Basta clicar e fazer o download gratuito.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.