protocolos de redes para indústrias de processos

Quais os 3 tipos de protocolos de redes para indústrias de processos mais utilizados?

Nos últimos anos, a Murrelektronik tem desenvolvido e publicado uma série de artigos sobre aplicações de redes industriais. Agora, com a intenção de ajudar segmentos específicos da indústria vamos publicar outros materiais com reflexões e sugestões a partir da base de conhecimento dos nossos especialistas. Nesse caso, vamos falar sobre protocolos de redes para indústrias de processos.

As aplicações de redes industriais na indústria de manufatura são amplas e conhecidas. Segmentos como o automotivo, ou mesmo o de Envase, possuem casos de aplicação tanto das redes baseadas em Fieldbus como as redes baseadas em Ethernet. Mas será que outros segmentos têm o mesmo nível de aplicação?

A indústria de processos contínuos possui necessidades muito direcionadas por conta da criticidade de aplicações com temperatura, pressão, vazão, nível… além do risco de que um pequeno erro de processo cause um acidente grave ou mesmo uma grande perda de material em produção, bem como atrasos de produção, ocasionando prejuízos para a indústria.

Por isso, protocolos de redes para indústrias de processos…

… devem atender demandas específicas. Desde já podemos destacar especificidades como grande quantidade de pontos de I/O Analógicos, necessidade de throughput adequado à transferência de dados complexos, atendimento de alarmes de segurança e conexão com componentes complexos no campo (como transmissores de nível e pressão).

Partindo deste ponto, iremos eleger 3 protocolos de redes para indústrias de processos, não de forma definitiva, pois não temos o objetivo de sermos “senhores da verdade”, mas como forma de orientar sua busca pela rede industrial ideal para seu projeto.

Caso tenha outras sugestões de protocolos de redes para indústrias de processos faça contato com o time de especialistas da Murrelektronik e teremos grande prazer em debater sobre o tema com você.

HART: O degrau entre o 4..20mA e as redes

Para entender o Hart dentro dos protocolos de redes para indústrias de processos é preciso saber um pouquinho de história. Para atender a necessidade de transmitir variáveis de um instrumento para outro, a “comunicação” na indústria de processos começou com uma “rede” analógica ponto a ponto de pressão, 5 a 15 psi (você acredita?).

Prometendo maior confiabilidade e precisão, as “redes” elétricas surgiram. A mais difundida no mercado de processo foi o 4..20mA. Essa grandeza elétrica transmite de um instrumento para outro uma única variável analógica. Quando foi necessária a comunicação de outros valores, o HART surgiu.

O HART utiliza o meio físico 4..20mA para transmitir outras informações.

Com o desuso dos instrumentos em 4..20mA, o HART já não é mais utilizado em novas plantas, por ser uma rede lenta em comparação com as redes digitais, mas foi muito importante e possui uma grande base instalada no Brasil em toda indústria de processos.

Mas o HART também se modernizou e pode ter algumas aplicações interessantes. O WirelessHart é uma dessas opções, mas não vamos tratar aqui. Se quiser saber mais sobre a história dessa rede ou sobre o WirelessHart, peça nos comentários.

Leia também: O que é o protocolo HART?

FOUNDATION Fieldbus: Rede para áreas explosivas.

O Foundation Fieldbus, ou apenas FF é uma rede desenvolvida para áreas explosivas. Essas áreas possuem grande risco de pegar fogo ou explodir, então, soluções com baixa potência são necessárias para reduzir o risco de faísca que possa iniciar o acidente.

Possui também uma grande base instalada no Brasil, principalmente em usinas de açúcar e álcool. Mas tem diminuído seu uso. Vejo em seu lugar, muitas empresas utilizando redes ethernet em caixas à prova de explosão para substituí-la.

Leia também: Como a Rede Ethernet Industrial se Aplica na Automação?     

Profibus-PA

Já falamos bastante sobre Profibus por aqui.

O Profibus PA possui o mesmo protocolo do Profibus-DP, mas com um meio físico que diminui a potência para um valor suficientemente baixo para evitar as faíscas que podem gerar um acidente.

Existem aplicações no Brasil, mas em número menor que nas duas anteriores. É principalmente encontrada em indústrias químicas.

Mas dos protocolos de rede para indústrias de processos, qual o ideal para o seu projeto?

É justamente neste ponto que os especialistas da Murrelektronik poderão te ajudar. Faça contato com o nosso time e entenda qual dos protocolos de rede para indústrias de processos é ideal para a sua aplicação.

Tipos de Redes Industriais

Facebooktwitterlinkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.