Seletividade de Disjuntores

Setividade de Disjuntores é um tema que você precisa saber!

Quero ligar e desligar uma lâmpada: O que eu compro? Um interruptor, certo? Quero ligar e desligar minha máquina: O que eu compro?

Comparações e decisões

Se você costumeiramente lê os nossos textos, sabe que comumente os iniciamos com comparações nem sempre usuais. Isso já aconteceu quando falamos, por exemplo, sobre usar pneu de Fusca em um Audi novinho.

Por que fazemos isso? Porque identificamos comportamentos e decisões no ambiente industrial que parecem ser mais impulsionados pela correria do dia a dia do que por análise efetiva e criteriosa.

Mais do que em qualquer outro período, decisões que não sejam pautadas pela produtividade, diminuição de custos gerais, flexibilidade e maior atendimento do cliente, precisam ser repensadas. Vamos falar sobre uma delas?

Seletividade de Disjuntores 

Em dezenas de visitas feitas pelo time de Engenharia de Aplicação Murrelektronik, foi feita a mesma pergunta: Para quê e como você usa os disjuntores (em 24Vdc) no Painel Elétrico da sua Máquina? E a resposta na extrema maioria dos casos foi: Para separar as linhas de alimentação da máquina.

É claro que em nossa mente aparecia imediatamente a seguinte pergunta: Mas, e a proteção da Fonte de Alimentação, bem como do sistema contra curto-circuitos e panes elétricas? (Nem sempre perguntamos isso para não deixar a conversa parar)

Continuando o “papo” identificamos que o motivo de uso de Disjuntores como simples interruptores (entendeu a comparação do início do texto?) se deve ao fato de todos já terem identificado que estes velhos componentes não funcionam bem para:

  • Proteger o sistema e a fonte de alimentação contra curto-circuitos, pois o tempo de resposta deles é muito lento. A fonte chaveada desarma antes;
  • Impedir que panes elétricas afetem o funcionamento do sistema, pois não conseguem identificar, por exemplo, carga capacitiva excessiva ou aumento de temperatura dos cabos;
  • Impedir que a fonte de alimentação desarme por qualquer outro motivo referente a alimentação em corrente contínua.

Então, porque continuar usando?

As duas respostas que mais ouvimos:

  • Qualquer outra solução é muito cara, nossos clientes não pagam por isso;
  • Não estamos pensando em mudar isso no momento.

Então, para você (bem como para eles) fazemos as seguintes perguntas:

  • Quanto de “dor de cabeça” poderia ser eliminada do seu cliente se no momento de um curto-circuito o Painel Elétrico (e por consequência o CLP) se mantivesse ligado?
  • Qual o ganho de tempo da sua equipe de testes e da equipe de manutenção do cliente seria economizado se o CLP (ou LEDs na porta do Painel Elétrico) avisassem qual região da máquina apresenta pane elétrica?
  • Como atende as novas exigências da NR12 que não permitem o acesso ao Painel Elétrico eletrizado? Pessoal de manutenção está preocupado com isso;
  • Se a detecção e proteção contra curtos-circuitos e outras panes elétricas diminuísse a chamada da sua equipe de manutenção em garantia ou mesmo aumentasse a vida útil dos componentes reduzindo trocas nesse período?
  • Se a substituição dos velhos conhecidos disjuntores não fosse tão mais cara como você pensa? Na verdade, se ela fosse mais barata em alguns casos?

Entendeu porque sempre falamos sobre a necessidade da Indústria repensar as suas decisões?

A dor e o remédio

É claro que, se estamos falando deste problema, temos a solução para ele. Nossa linha de Disjuntores Industriais, tema de diversos artigos que escrevemos, atendem frontalmente essas e outras demandas.

Temos conversado com clientes de diversos segmentos, principalmente aqueles que fabricam ou utilizam máquinas e equipamentos em ambientes de missão crítica, viabilizando o uso e troca dos disjuntores tradicionais por nossos Disjuntores Industriais.

O que acha de acessar nossa Engenharia de Aplicação para tratarmos desta viabilidade também para a sua empresa e para os seus projetos? Faça contato conosco.

Se o botão não estiver funcionando Clique Aqui!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *