3 Termos Técnicos na Automação — Saiba os Significados

3 Termos Técnicos na Automação — Saiba os Significados

Assim como em todos os setores e segmentos de trabalho, a automação industrial também conta com seus termos técnicos mais específicos, principalmente se levarmos em conta a enorme gama de equipamentos e sistemas disponíveis como soluções.

Entretanto, diferentemente de alguns outros mercados, o da automação traz, às vezes, termos que não funcionam de nenhuma maneira para outros nichos. Neste artigo falaremos um pouco sobre alguns deles e explicaremos o que significam. Confira!

Quais termos técnicos da automação você precisa conhecer?

Existem conceitos cujo conhecimento é extremamente necessário para uma boa gestão da atividade industrial. São diversas palavras e abreviações muito utilizadas na automação que merecem atenção especial.

Confira algumas abaixo:

1. Sistemas I/O

Esse é um dos termos técnicos mais aplicados na automação. I/O significa Input/Output, e como o próprio nome aponta, caracteriza um sistema responsável por organizar e controlar a entrada e saída de dados sobre as máquinas do chão de fábrica.

Os sistemas I/O podem ser remotos ou não e unem a conexão de sensores e atuadores, entre outros dispositivos, em seu módulo. Principalmente para realizar configurações, testes, diagnósticos e também permitir uma comunicação mais eficiente com o CLP.

2. CLP (Controlador Lógico Programável)

O CLP é a ferramenta mais utilizada na automação e é imprescindível para criar um ambiente industrial inteligente e conectado de maneira efetiva. Trata-se de um computador que, com base em um programa, gerencia todos os processos fabris de maneira automatizada.

Basicamente, o CLP é o cérebro digital para operações mecânicas dos diversos equipamentos a serem utilizados na produção industrial. Portanto, sem ele, as máquinas não poderão trabalhar de forma automatizada, o que faz com que seja tão importante.

Existem versões dele, como o CLP de segurança, focadas exclusivamente em verificar e controlar somente os dispositivos de proteção das máquinas, cumprindo as normas do setor com eficácia e tecnologia.

3. CCM (Centro de Controle de Motores)

O CCM é um painel montado para acomodar com tranquilidade equipamentos de proteção, manobra e seccionamento de cargas. Ou seja, todo o equipamento que consome energia elétrica.

Existem diversos tipos de CCM, apontados com base em sua estrutura interna de separação para acoplamento de cargas. São eles: não compartimentado, fixo, compartimentado e extraível.

Ele é essencial para realizar a recepção de equipamentos e permitir a interação com as redes de comunicação industrial, facilitando a implementação de estratégias de acionamento tanto locais, quanto remotas.

Gostou de saber mais sobre os termos técnicos da automação? Encontre outros artigos sobre o tema aqui no blog da Murrelektronik!

Facebooktwittergoogle_pluslinkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.